we sign it - Chamada a um Encontro para Manifestação do Estado de Urgência Climática

Chamada a um Encontro para Manifestação do Estado de Urgência Climática

Mobilisado(a)s pela urgência climática, a exigência de justiça social, a luta contra todas as formas de dominação e a proteção de populações afetadas, nós estamos altamente preocupado(a)s com o desenvolvimento atual da COP 21. Esta cúpula internacional decidiu depois de 2011 à Durban, que sua missão decisiva era a obtenção de um acordo universal permitindo estabilisar o clima, mas tudo indica que nada acontecerá.

Os compromissos registados de redução de emissão de gaz com efeito de estufa não garantem de fato nenhuma manutenção do aquecimento global acima do nível de +2° de perturbação no horizonte 2100. Ao contrário, eles nos enviam a uma perturbação de mais de 3°C, nos fazendo atravessar os níveis irreversíveis e incontroláveis de excedência dos limites do clima. A ausência de medidas para redução das emissões mundiais de gazes com efeito estufa suficientes e que podem ser colocadas em prática entre 2015 e 2020 reforça a certeza de ultrapassar os níveis. Dito de outra forma, elas dão base para um verdadeiro crime contra a humanidade.

Além disto, a gritante insuficiência de financiamentos próprios para adaptação que permita aos países e populações mais vulneráveis de se proteger contra as consequências catastróficas do aquecimento global que está acontecendo e que ainda virá, aumenta a dívida humana que nós devemos pagar.

Hoje, os chefes de Estado do mundo inteiro, entre eles os Estados Unidos, não estão à altura do desafio e de sua própria responsabilidade histórica neste momento crucial e decisivo de nosso futuro comum. Pois não nos resta mais do que alguns anos para poder agir, para evitar o pior, para impedir um caos climático.

Não podem nos pedir de aceitar o inaceitável! Nós devemos alertar a população mundial sobre o que acontece em Paris. E convidamos primeiramente todas e todos a se juntar e fortalecer massivamente as alternativas e solidariedades concretas que permitem a redução imediata dos fatores que causam o aquecimento e aumentar nossas capacidades de fazer frente aos seus efeitos. Convocamos na sequência à colocarem em prática uma vasta mobilização cidadã, interpelando sem tréguas ao longo dos próximos anos o(a)s dirigentes políticos e econômicos a mudar o curso das coisas enquanto houver tempo.

Eis a razão para decretarmos o Estado de urgência climática e chamarmos todas e todos os cidadãos a se mobilizarem massivamente neste sábado dia 12 de Dezembro às 14h em Paris, no Champ de Mars, sob a Torre Eiffel, que os organizadores da COP21 tem por símbolo.

Nós faremos grandes correntes humanas, portando as mensagens de alerta e de mobilização que enviaremos aos povos do mundo todo. Os muros que faremos cair juntos serão pontos. Teremos os rostos descobertos, como sinal de nossa participação estritamente não violenta a este encontro. Apenas aquelas e aqueles que respeitarem esta condição e estão prontos a se responsabilisarem pelo respeito a cada um e pelo caráter de não violência desta manifestação pela urgência e justiça climática estão convidada(o)s a participar.

Signer

Compartilhe com seus amigos e familiares